Presidente da República das Bananas

Portugal tem estado em alvoroço. Porque tem o Estado em alvoroço. Houve eleições, mas parece que não há governo a sério ainda, e por isso muita gente tem andado bastante preocupada com o rumo do país e com a sua desgovernação. Sinceramente não noto nada de diferente. Já é hábito o país andar desgovernado e sem rumo, por isso parece mais do mesmo, com a única diferença que agora não se sabe concretamente a quem chamar gatunos e bandidos. Enfim, o Estado sempre a confundir o povo.

O que também tem causado muita preocupação nas notícias, é o facto de Cavaco Silva não se ter pronunciado sobre o assunto ainda e não ter tomado uma atitude em relação à formação de governo, o que ao ver de muitos, seria prioritário. Mais uma vez penso que seria de admirar era se ele tivesse dito ou feito algo de útil, e não o contrário. Um dado curioso é que a comunicação social deu bastante destaque a uma frase de Cavaco Silva pela sua inusitada graça e aparente despreocupação com o país, mas que eu vou mostrar que talvez a comunicação social não teve a perspicácia para saber ler entre linhas.

cavacoeasbananas

O Presidente da República esteve na Madeira para uma visita de dois dias no âmbito da 7.ª jornada do Roteiro para uma Economia Dinâmica. E saiu nas notícias ontem que ele disse o seguinte, a propósito do volume de produção de bananas da Madeira: “Vocês têm uma banana maior e mais saborosa”. Para os leigos da comunicação social, isto é o Presidente da República mais uma vez a falar quando não deve, sobre coisas que não têm nada a ver com o que deveria realmente ser discutido. Para especialistas como eu em metáforas sobre o país que recorrem à fruticultura e hortaliça, aquelas palavras querem dizer muito mais. Este comentário é mais do que uma declaração sobre bananas. As palavras de Cavaco Silva são uma metáfora sobre a situação do país. As bananas da Madeira são mais doces, como quem diz: “O país está uma grande bandalheira mas vocês aqui lá se vão organizando neste rico pedaço de terra. Nós lá temos uma vercavananacostumedadeira República das bananas e são bem mais difíceis de tragar…” Cavaco enviou uma mensagem directa àqueles que dizem que ele só faz declarações ocas e sem sentido e que não acrescentam nada ao que toda a gente já sabe. Ele fez um comentário onde usou a metáfora mais certeira que se poderia elaborar para descrever a situação do país. Ele falou de bananas. Ele mostrou que sabe muito bem o que os portugueses estão a passar e que está inteirado da situação do volátil governo actual, portador de bananas mais pequenas, menos doces e de algumas se calhar já meio sarapintadas de manchas pretas derivado da reacção de suas enzimas. Ele estabeleceu um paradoxo entre as bananas bem sucedidas da Madeira e as bananas muito fraquinhas que temos no Continente. Ou os bananas, depende da interpretação. Vejam a complexidade do discurso deste homem.

O incisivo comentário de Cavaco Silva abre agora precedentes para um uso mais frequente das tão esquecidas, mas ao mesmo tempo tão ricas, metáforas do foro agrícola. E é disto que o país precisa, de mudança. E muitas vezes, como bem sabemos, a mudança começa por pequenos gestos ou palavras que levam a grandes acções. Tenho por isso bastante confiança que brevemente o nosso Presidente da República tomará as rédeas deste país e que todos os que não acreditam na recuperação de Portugal fiquem com um grande melão. Força Portugal, tens muitos pepinos para resolver. Espero que tenhas tomates para isso.

 

Anúncios

One comment

Partilhar o que vai no fundo da alma

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s