Breve consideração sobre o presépio de Natal

Vamos fazer uma breve consideração sobre o Natal? Vamos a isso. Vamos focar-nos especificamente em factos históricos relativos ao nascimento do Pai Natal e não na actual adoração pagã de Jesus Cristo. Oh, peço desculpa, enganei-me.. Não são bem factos históricos. Ah e também é ao contrário, é o nascimento de Jesus, assim é que é.

Bem, segundo a Bíblia, Jesus nasceu em Belém da Galileia numa manjedoura e é por isso que hoje em dia manda a tradição que se monte o presépio para relembrar esse acontecimento. O que é que toda a gente tem deixado passar em branco relativamente a este glorioso nascimento que mudou o mundo e marca tantos milhões de pessoas há dois mil e quinze anos? É que foi um nascimento como os outros só que cravejado de azares. Eu diria que se calhar Jesus nasceu foi em Belém, freguesia do concelho de Lisboa.

Saltando a parte óbvia do nome da terra em que nasceu, há vários outros motivos óbvios (vá, mais ou menos), que explicam esta teoria.

Jesus nasceu a meio de uma viagem dos pais a caminho de um recenseamento. Primeiro: não houve meios suficientes para socorrer esta família a precisar de ajuda possivelmente devido aos cortes do Governo na área da saúde. Cortam em todo o lado e depois admiram-se que o INEM não consiga chegar a quem mais precisa. Segundo: foi digno de um daqueles enganos embirrentos que acontecem em Portugal, obrigarem uma grávida a fazer uma viagem de longa distância só para bem das estatísticas. Outra, é que transportes, é mentira. Se uma pessoa se afasta de um grande centro é um cabo dos trabalhos para chegar a algum lado. Uma desgraça. E, como uma desgraça nunca vem só, claro que o parto tinha de acontecer a meio da viagem. Ordem de ideias: arranjar sítio para pelo menos pernoitar e descansar após exaustivas dores de parto. Sorte tipicamente portuguesa: “não há vagas aqui na pensão, só se for na garagem onde eu estaciono o bolinhas…e o Anselmo e a Estrela, que são o burro e a vaca cá do sítio”. Se um dia já está a correr mal, há sempre mais um burro ou uma vaca qualquer que nos lixa o resto. Foi o caso.

O que é que acontece a seguir ao nascimento de um bebé? Visitas. E as visitas às vezes tornam-se chatas. Principalmente quando as visitas são 3 reis que em vez de trazerem fraldas, roupinhas e leite que são tão caros, trazem ouro, incenso e mirra. Agente sabe que a vida está difícil, mas também sabemos que não é para todos. Há aí muita gente cheia dele e muito forreta. E por muito que o cocó de bebé cheire mal, ainda por cima dentro de um estábulo com uma vaca e um burro, epá mirra e incenso não são assim tão úteis. Já que estavam em Belém, ao menos que levassem uma caixa de pastéis de nata. E o ouro foi seguramente aquela típica pulseira de bebé em ouro que só fica para recordação. ( Já agora um aparte: antes de Jesus ter nascido e morrido, que tipo de medalhas é que as pessoas usavam ao peito? Ainda não havia crucifixos… fica a pergunta no ar.)

reis magosbelem

Uma última coisa que me faz relacionar este nascimento a um típico atribulado acontecimento à portuguesa, é que os pais de Jesus chamavam-se José e Maria. Um casal à antiga. A Maria engravidou como que por obra do espírito santo e quem se lixou foi o Zé. É o que dá faltar às consultas de planeamento familiar.

E foi a análise de hoje sobre o presépio nesta época festiva do Natal. Mais paralelismos entre o povo português e o reino dos céus aqui. E novamente na Páscoa, quando analisarmos a semelhança entre a drástica mudança de opinião dos judeus sobre Jesus, desde aclamarem-no como rei até o crucificarem e a maneira como o Cristiano Ronaldo tão depressa é o melhor jogador do mundo, como a seguir já é o pior a jogar pela selecção.

Anúncios

Partilhar o que vai no fundo da alma

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s